Zona de conforto

Atualizado: 18 de fev.


Eu não sei mais viver sem dor, essa frase foi dita por uma Endometriaca e me fez parar para refletir.
Isso é muito sério, a endometriose não causa só infertilidade e dores físicas, ela faz estragos emocionais, que se não forem tratados, podem sim criar uma co-dependência e virar um vicio de verdade, como uma droga difícil de largar, e muitas vezes pelo vazio da incompreensão, você se apega ao que está ao seu alcance e faz daquilo sua "companhia" seja um remédio que nem efeito mais faz ou até mesmo a dor que acaba te causando uma dependência psíquica. Vou confessar que muitas vezes eu me deparei "criando" uma dor de cabeça inexistente, só para ter a desculpa de tomar "dipirona" por estar "meio" depressiva no momento, assim que eu tomava, me via feliz sabe porque? Por que era mais fácil "tomar a pílula mágica" do que mudar o que realmente precisava ser mudado e a "falsa" felicidade do momento me "confortava" só que não.
Mudar dá trabalho e muitas vezes é doloroso, mas é preciso ter coragem para enfrentar e podemos até ter apoio das pessoas ao nosso redor, mas não depende delas, só depende de nós, unicamente e exclusivamente de nós, mais ninguém, porém, ter o auxílio de uma terapia pode nos fazer compreender e conhecer o nosso eu interior, que até então, pode ser desconhecido. Infelizmente, vejo muita gente se entregar, se entregar aos remédios que não curam, se entregar à mesa de cirurgia que não resolve, se entregar ao médico que manipula, se entregar simplesmente por estar perdida, então se ache, procure ajuda profissional se for preciso, mas se encontre! Ter vontade de morrer por não suportar mais tanta dor, quem nunca pensou nisso? Eu também já, sim sou normal como você! Sofri muito, chorei pacas, relutei com meu interior, briguei comigo mesma, mas enfim entendi, aceitei, cresci e encontrei lá dentro de mim a força para mudar pela vontade de vencer e poder gritar para o mundo que eu sou capaz e se eu sou, você também é, acredite, Deus capacita os escolhidos. Foi então que as mudanças começaram e eu sigo praticando o desapego, desapeguei do cigarro, desapeguei do refrigerante, desapeguei de Fast Food e até aprendi a cozinhar, desapeguei de remédios, desapeguei até do medo de agulhas para fazer a auto hemoterapia. O que eu ganhei com tudo isso? Uma auto confiança que estava perdida, uma liberdade que eu desconhecia e uma felicidade que não tem preço que pague, em poder testemunhar tudo isso para o mundo e se a cada mil que ler, ao menos uma for "atingida" pela minha vitória, já valeu!

Texto Ariane Steffen
29/08/2017

I don't know how to live without pain anymore, this sentence was said by an Endometriac and made me stop to reflect.
This is very serious, endometriosis does not only cause infertility and physical pain, it causes emotional damage, which if not treated, can create a co-dependency and become a real addiction, like a drug that is difficult to quit, and many times through the emptiness of incomprehension, you cling to what is within your reach and make your "company" a medicine that no longer works or even the pain that ends up causing you a psychic dependence.
I will confess that many times I found myself "creating" a non-existent headache, just to have the excuse of taking "dipyrone" because I was "kind of" depressed at the moment, as soon as I took it, I was happy, you know why? Because it was easier to "take the magic pill" than to change what really needed to be changed and the "false" happiness of the moment "comforted" me but it didn't.
Change takes work and is often painful, but it takes courage to face it and we can even have support from the people around us, but it doesn't depend on them, it only depends on us, solely and exclusively on us, no one else, however, to have the The help of therapy can make us understand and know our inner self, which until then, may be unknown.
Unfortunately, I see a lot of people surrender, surrender to drugs that do not cure, surrender to the operating table that does not resolve, surrender to the doctor who handles, surrender simply because they are lost, so if you find yourself, seek professional help if necessary. , but meet!
Wanting to die for not enduring so much pain anymore, who hasn't thought about that? Me too, yes I'm normal like you!
I suffered a lot, I cried a lot, I struggled with my interior, I fought with myself, but I finally understood, accepted, grew and found within myself the strength to change for the will to win and be able to shout to the world that I am capable and if I am , so are you, believe me, God empowers the chosen. It was then that the changes began and I continue to practice letting go, I let go of cigarettes, let go of soda, let go of Fast Food and even learned to cook, let go of medicine, let go of the fear of needles to do self hemotherapy.
What did I gain from all this?
A self-confidence that was lost, a freedom that I didn't know and a happiness that has no price to pay, in being able to witness all this to the world and if every thousand you read, at least one is "hit" by my victory, already it cost!

Tradução Pietra Steffen
02/16/2022
129 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Como pode?