Vaporização / Vaporization

Atualizado: 29 de jan.






O vapor proporciona diversos benefícios para a saúde, não é à toa que muitos profissionais indicam fazer sauna de quinze à vinte minutos uma vez por semana ao menos.

O benefício da prática é comprovada em vários estudos, constatando que melhora a circulação sanguínea, regula pressão arterial, diminui risco de doenças neurodegenerativas, alivia dores de cabeça e outras crônicas, abre os poros, vias aéreas, nasais, beneficiando a função pulmonar, limpa a pele, promove relaxamento aliviando dores decorrentes de tensão nervosa, melhorando o estresse, aumentando hormônios do prazer que traz mais humor a quadros depressivos inclusive.

Detalhe: Estudo feito em animais diz que estímulo do colo uterino aumenta em 200% o hormônio do amor chamado ocitocina e o vapor é um meio de estímulo!

Agora, imagine esse vapor da água potencializado com as propriedades medicinais das ervas?

Pois é exatamente o que fazemos na prática milenar da vaporização do útero, que nada mais é do que expor a vagina ao vapor da água que envolve a vulva, canal vaginal e útero, uma sauna local que tem todo um ritual a seguir.

O ideal é fazer em um ambiente tranquilo, fechado sem corrente de ar, luz baixa, som adequado se desejar, em ondas de paz e em clima de meditação, a frequência Hertz do amor é uma boa pedida, deve ficar coberta no mínimo da cintura para baixo para o vapor não dissipar.

Precisa ter uma cumbuca de barro, cerâmica ou vidro, enfim, um recipiente que suporte e retenha o calor.

Para receber o calor pode ficar agachada de cócoras ou de joelhos em duas almofadas mais altas, para que a cumbuca se acomode abaixo da vulva, mas com o banquinho apropriado é bem mais confortável. (Pesquise “banco para vaporização do útero” na internet que tem bastante opção)

Qualquer pessoa pode fazer, salve algumas restrições normalmente temporárias, então atenção: - não fazer logo após uma cirurgia, nem com ferida aberta no útero e em meio a uma crise de candidíase ou vaginite ativa, portadoras de endometriose/adenomiose com DIU independente de qual seja não faça, laqueadas por stent idem e grávidas também não devem fazer!

Pode ser realizada em qualquer fase do ciclo, exceto tentantes que é indicado fazer apenas na primeira metade do ciclo, caso ocorra gravidez na segunda metade, evite o vapor.

Uma boa data para a prática são as mudanças das fases da lua, escolher o dia da virada intensifica a ação, intenciona mais na lua crescente, quer menos faça na lua minguante, se encher de algo na lua cheia e novos rumos para a lua nova...traga um propósito para o dia e solte ao universo!

O cuidado na escolha das ervas é fundamental, algumas ervas podem oscilar a pressão, se liga então quem tem pressão alta ou baixa, assim como tem ervas que cessam o sangramento, tem outras que intensificam o fluxo, entre outras ervas que não podem ser ministradas com o uso de hormônios sintéticos, seja anticoncepcional oral, injetável, adesivo ou implantes, chips, etc...portanto cautela e conhecimento das propriedades das ervas a serem selecionadas devem ser “a dedo” para cada fase, além da escolha ser muito pessoal e individual, esse é o segredo para um resultado positivo e desejado, intuição nessa hora é muito bem vinda, as ervas pedem aproximação e conversam conosco através de suas propriedades que afloram questões a serem trabalhadas e fortalecidas.

No campo físico atua as propriedades fitoterápicas e no campo sútil, as propriedades fito-energéticas, portanto colocar intenção em cima da erva do momento é fundamental, então faça a sua parte que a erva fará a dela, pode acreditar nessa junção de poderes!

Útero é um baú de memórias a qual a vaporização ajuda a limpar, por isso é muito comum lembrar de coisas do passado como antigos namorados principalmente com os quais houve uma troca energética através de relações sexuais, a conexão com cheiros também desperta muitas lembranças, trabalhe esse despertar de forma positiva, pois não foi o acaso que trouxe isso à tona, lembre-se, é um momento de cura emocional, equilíbrio energético, receba e deixe fluir...

O efeito final é igual tanto para as ervas frescas ou secas, as propriedades são as mesmas independente desse estado, a diferença é que as frescas soltam as propriedades na fervura antes das secas, então o que muda é só o tempo desse preparo, a quantidade indicada é de um punhado na palma da mão ou uma colher de sopa cheia de qualquer uma delas. Ferva as ervas secas por três minutos e as frescas coloque na água assim que desligar o fogo após subir fervura.

Atenção: 1 gota de óleo essencial de rosas por exemplo equivale a 30 pétalas ou seja, muita coisa para usar na vaporização, não é legal então coloca no difusor e entra com a aroma terapia para associar ao seu momento de vapor, mas NÃO use óleo essencial para a vaporização direta ok.

Por vias de regra, toda erva que pode ser ingerida em forma de chá, pode usar para vaporizar e também para banhos de assento, quem não tiver podendo entrar no vapor pelas restrições mencionadas acima, pode optar pelos chás e curtir um escaldas pés em uma bacia. (Livre de BPA por favor)

Importante dizer que o efeito não se restringe ao momento presente do ato e pode reverberar ao longo de três dias ainda, portanto separe o caderninho do vapor e anote tudo, sentimentos, emoções, sonhos, pensamentos, se observe e veja o que faz sentido a partir daí...

Inclua esse ritual dentro do seu auto cuidado e vem sentir o abraço da natureza em seu ser, sinta esse acolhimento e o que mais as ervas podem lhe oferecer, se permita vivenciar essa prática que pode desatar alguns nós do passado deixando a carga mais leve do seu lindo mundo uterino.

Observação: O descarte da água usada para o escalda pés deve ser no ralo, da vaporização em um vaso de plantas ou jardim e do banho de assento na privada.

Texto Ariane Steffen
27/05/2021

Steam provides several health benefits, it's no wonder that many professionals recommend doing a sauna for fifteen to twenty minutes once a week at least.

The benefit of the practice is proven in several studies, finding that it improves blood circulation, regulates blood pressure, reduces the risk of neurodegenerative diseases, relieves headaches and other chronic ones, opens the pores, airways, nasals, benefits lung function, cleans the skin promotes relaxation, relieving pain resulting from nervous tension, improving stress, increasing pleasure hormones, which brings more humor to even depressive conditions.

Detail: Animal study says that cervix stimulation increases by 200% the love hormone called oxytocin and steam is a means of stimulation!

Now, imagine this water vapor powered by the medicinal properties of herbs?

This is exactly what we do in the ancient practice of vaporizing the uterus, which is nothing more than exposing the vagina to water vapor that surrounds the vulva, vaginal canal and uterus, a local sauna that has a whole ritual to follow.

The ideal is to do it in a quiet, closed environment with no draft, low light, adequate sound if you wish, in waves of peace and in a meditative atmosphere, the Hertz frequency of love is a good choice, it should be covered at least at the waist down so the steam does not dissipate.

You need to have a bowl made of clay, ceramic or glass, in short, a container that supports and retains heat.

To receive the heat, you can squat or kneel on two higher pillows, so that the bowl rests below the vulva, but with the proper stool it's much more comfortable. (Search “uterus vaporization bank” on the internet which has plenty of options)

Anyone can do it, save some restrictions that are usually temporary, so be careful: - do not do it right after surgery, or with an open wound in the uterus and in the midst of an attack of candidiasis or active vaginitis, patients with endometriosis/adenomyosis with IUD regardless of which either don't do it, stent lacquered ditto and pregnant women shouldn't do it either!

It can be performed at any stage of the cycle, except tentative, which is indicated only in the first half of the cycle, if pregnancy occurs in the second half, avoid steaming.

A good date for practice is changing the moon's phases, choosing the turning day intensifies the action, intends more on the crescent moon, want less on the waning moon, get stuffed on the full moon and new directions for the new moon ...bring purpose to the day and let go of the universe!

Care in the choice of herbs is essential, some herbs can fluctuate the pressure, so those who have high or low blood pressure turn on, as well as herbs that stop bleeding, others that intensify the flow, among other herbs that cannot be administered with the use of synthetic hormones, whether oral contraceptives, injectables, adhesives or implants, chips, etc... so caution and knowledge of the properties of the herbs to be selected must be “hand-on” for each phase, in addition to the choice being very personal and individual, this is the secret to a positive and desired result, intuition at this time is very welcome, the herbs ask for approximation and talk to us through their properties that surface issues to be worked on and strengthened.

In the physical field, the herbal properties act and in the subtle field, the phyto-energetic properties, so putting intention on top of the herb of the moment is fundamental, so do your part and the herb will do its own, believe in this junction of powers!

Uterus is a chest of memories which vaporization helps to clean, so it is very common to remember things from the past like old boyfriends, especially with whom there was an energetic exchange through sexual intercourse, the connection with smells also awakens many memories, work this awakening in a positive way, because it was not chance that brought it to light, remember, it is a time of emotional healing, energy balance, receive and let it flow...

The final effect is the same for both fresh and dried herbs, the properties are the same regardless of this state, the difference is that the fresh ones release their properties in the boil before the dry ones, so what changes is only the time of preparation, the amount indicated is a handful in the palm of the hand or a tablespoonful of either. Boil the dried herbs for three minutes and place the fresh ones in water as soon as you turn off the heat after coming to the boil.

Attention: 1 drop of rose essential oil, for example, is equivalent to 30 petals, that is, a lot to use in the vaporization, it's not cool, so put it in the diffuser and enter the aroma therapy to associate it with your steam moment, but DO NOT use oil essential for direct vaporization ok.

As a rule, any herb that can be ingested in the form of tea, can be used for steaming and also for sitz baths, those who do not have the opportunity to use the steam through the restrictions above trictions mentioned above, you can opt for the teas and enjoy a foot bath in a basin. (BPA free please)

It is important to say that the effect is not restricted to the present moment of the act and can reverberate over a further three days, so separate the notebook from the steam and write down everything, feelings, emotions, dreams, thoughts, observe yourself and see what makes sense to from there...

Include this ritual within your self-care and feel the embrace of nature in your being, feel this welcome and what else herbs can offer you, allow yourself to experience this practice that can untie some knots of the past leaving the lighter load of the your beautiful uterine world.

Note: Disposal of water used for footbaths should be in the drain, steaming in a potted plant or garden and sitz bath in the toilet.

Tradução Pietra Steffen
05/27/2021
87 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo