Rivi segue firme nas mudanças / Rivi keeps firm on the changes

Atualizado: 29 de jan.






Depois de nos observar por três meses Rivi nos contou:

"Meninas, é fato que tudo começou com uma consulta para tratar a endometriose. Me passaram pietra, tomei por dez dias apenas e quaaaaase morri, todos efeitos colaterais possíveis, eu tive e então resolvi lutar, pois tenho meus filhos, meu esposo, minha casa e meus alunos que precisam de mim, larguei tudo, passava o mês inteiro no pronto socorro, tomando aqueles medicamentos terríveis na veia e dei um basta, comecei a tratar com homeopatia e fitoterapia, com um terapeuta maravilhoso por sinal, meu esposo, após uns dois meses de tratamento com muita fé e disciplina, notei que sentia pouquíssimas dores, mas minha barriga ainda estava inchada, persisti e resolvi pesquisar, ler mais e fui tirando aos poucos, lactose, glúten e açúcares. É fácil? Não. Mas não é impossível. O corpo me pedia tudo aquilo que eu comia antes, sofri tipo abstinência. Mas logo vi resultados e minha menstruação veio certinha, durou quatro dias, cólica só no primeiro dia. No começo resisti por achar ser mais caro, mas no fundo, sai bem mais barato do que ficar envolvida com médicos que só passam esses hormônios terríveis de custo elevado. E é sabido que a alimentação tem muito a ver com a endometriose por se tratar de um processo inflamatório e muita coisa que eu comia era inflamatória. Me alimento agora com frutas da época, pois são mais baratas, legumes, verduras, folhas, sucos de abacaxi com chia, hortelã, açúcar mascavo, comprei umas bolachas sem glúten, pão de aipim, requeijão sem lactose e pasta de amendoim. Quando quero comer chocolate, compro 70% cacau e por aí vai. O valor disso tudo? É impagável mediante à zero dores."

Em seguida já se manifestou com empolgação complementando o depoimento anterior:

"Olá endolindezas! Devo confessar que adoro quando cai pra mim algo do grupo, pois cada dia fico mais motivada a melhorar, procurar nossos alívios e até a cura para essas enfermidades. Muito bonito e motivador ver essa troca de informações, onde ninguém fere o outro com ofensas ou palavras mal ditas. Até porque feridas já somos por conta dessa doença que fere nosso corpo físico e espiritual, mas sei que juntas, somos mais fortes e que com humildade e respeito mútuo, ajudaremos umas as outras. GRATIDÃO À TODAS!!! AQUI A GENTE APRENDE....AQUI A GENTE ENSINA....AQUI A GENTE SEGUE LUTANDO E SEMPRE GUERREIRAS SEREMOS...GUERREIRAS SOMOS. Que Deus nos abençoe grandemente."

E em um comentário simplificou:

"Neste grupo cheguei desacreditada, desmotivada e infeliz. Hoje sou outra Riviane. ANIMADA E MOTIVADA A BUSCAR MINHA CURA DIA A DIA."

Em menos de um ano, essa linda Endometríaca que aprendeu algumas receitas e mudou o estilo de vida, volta para nos relatar o que mais a Endometriose lhe trouxe de bom:

"Olá, estou passando por aqui para passar uma resenha da minha vida de um ano para cá. Sei que nossa vida é cheia de estímulos, motivações, um querendo ajudar o outro e com essa doença, que infelizmente não tem cura, mas pode ser tratada e amenizada, onde muitas vezes nos sentimos abandonadas, esse nosso apoio é fundamental. Os médicos tradicionais, não sabem nada dessa tal endometriose, como eles mesmos dizem ainda ser coisa da nossa cabeça. Fui em mais de cinco médicos e não fui feliz, cada um me colocava mais no fundo do chão. Dois pediram para fazer a videolaparascopia, pois minha endo não aparecia em exame algum e é assim, a gente começa, mas não para, os focos, voltam e a endo continuava lá me matando aos poucos, quase todos os dias me fazendo visitar constantemente o pronto socorro. Até que resolvi me tratar de verdade e naturalmente, meu esposo biomédico, trabalhando em casos específicos de câncer, fez algumas especializações em um ano e estudou como nunca, queria salvar minha filha da bronquite asmática e sua esposa quase morta. Fez homeopatia, fitoterapia, florais, aurioculpuntura, iridologia, investiu muuuito e começou a tratar de mim, curou minha filha de sete anos e hoje é um terapeuta holístico, com carteirinha e tudo, nasceu com o dom da cura, ajudará através da sua humildade, competência e profissionalismo. É um tratamento cíclico mas que vale à pena e nisso, perdi dezesseis kilos. Ainda tenho dores e um nódulo intramural compatível com mioma de noronha do meu útero, mas não mutilarei meu próprio corpo e a melhora na minha vida é visível, as imagens de março de 2018 e de janeiro de 2019 mostram isso. Espero que sejamos mais felizes, num coração e alma que podem até chorar de dor pela incompreensão muitas vezes, mas a mudança que precisamos vem da nossa força interna. Somos guerreiras!"

E nessa pegada, mantendo o foco no melhor caminho, a cura é com certeza certa!
09/08/2019
Ariane Steffen

After watching us for three months Rivi told us:

"Girls, it is a fact that it all started with a consultation to treat endometriosis. I was given pietra, I took it for only ten days and almost died, all possible side effects, I had and then I decided to fight, because I have my children, my husband, my home and my students who need me, I left everything, I spent the whole month in the emergency room, taking those terrible medicines in my vein and I stopped it, I started treating it with homeopathy and herbal medicine, with a wonderful therapist by the way, my husband, after about two months of treatment with a lot of faith and discipline, I noticed that I felt very little pain, but my belly was still swollen, I persisted and decided to research, read more and I was gradually removing lactose, gluten and sugars. Is it easy? No. But no "It's impossible. The body asked me for everything I ate before, I suffered like abstinence. But I soon saw results and my period came right, lasted four days, colic only on the first day. In the end, it is much cheaper than being involved with doctors who only pass on these terrible, costly hormones. And it is known that food has a lot to do with endometriosis because it is an inflammatory process and a lot of what I ate was inflammatory. I eat now with seasonal fruits, as they are cheaper, vegetables, greens, leaves, pineapple juices with chia, mint, brown sugar, I bought some gluten-free cookies, manioc bread, curd without lactose and peanut butter. When I want to eat chocolate, I buy 70% cocoa and so on. The value of it all? It is priceless through zero pain. "

Then she already expressed himself with excitement, complementing the previous testimony:

"Hello endolindezas! I must confess that I love it when something from the group falls for me, because every day I am more motivated to improve, to seek our relief and even the cure for these diseases. It is very beautiful and motivating to see this exchange of information, where nobody hurts the another with offenses or badly spoken words, because we are already injured because of this disease that hurts our physical and spiritual body, but I know that together, we are stronger and that with humility and mutual respect, we will help each other. !! HERE WE LEARN .... HERE WE TEACH .... HERE WE FIGHT AND ALWAYS WARRIORS WE WILL BE ... WARRIORS WE ARE. May God bless us greatly. "

And in a comment simplified:

"In this group I arrived discredited, unmotivated and unhappy. Today I am another Riviane. ANIMATED AND MOTIVATED TO SEEK MY HEALING DAY BY DAY."

In less than a year, this beautiful Endometriac who learned some recipes and changed her lifestyle, returns to tell us what else Endometriosis has brought her:

"Hi, I'm passing by to review my life from one year ago. I know that our life is full of stimuli, motivations, one wanting to help the other and with this disease, which unfortunately has no cure, but it can be treated and soothed, where we often feel abandoned, our support is
essential. Traditional doctors, they don’t know anything about this endometriosis, as they themselves say it’s still in our head. I went to more than five doctors and I wasn’t happy, each one put me more at the bottom of the floor. Two asked to do videolaparascopy, because my endo didn't show up in any exam and that's how, we start, but don't stop, the foci come back and the endo continued there killing me little by little, almost every day making me visit the emergency room constantly. Until I decided to treat myself really and naturally, my biomedical husband, working on specific cases of cancer, did some specializations in a year and studied like never before, wanted to save my life. daughter of asthmatic bronchitis and his wife almost dead. He did homeopathy, herbal medicine, flowers, aurioculpuncture, iridology, invested a lot and started taking care of me, cured my seven-year-old daughter and today he is a holistic therapist, with a card and everything, he was born with the gift of healing, he will help through his humility , competence and professionalism. It is a cyclical treatment but it is worth it and in that, I lost sixteen kilos. I still have pain and an intramural nodule compatible with noronha fibroid in my uterus, but I will not mutilate my own body and the improvement in my life is visible, the images of March 2018 and January 2019 show this. I hope that we will be happier, in a heart and soul that may even cry in pain because of incomprehension many times, but the change we need comes from our internal strength. We are warriors! "
And in this footprint, keeping the focus on the best path, the cure is certainly right!

Tradução Pietra Steffen
07/30/2020
4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo