Magnetoterapia / Magnetotherapy

Atualizado: 29 de jan.






O que é?
A resposta é simples e encontrada facilmente no Google: "uma prática pseudocientífica da medicina alternativa que envolve a utilização de campos magnéticos"; uma terapia muito usada para fins curativos e de reabilitação.

A técnica é cientificamente comprovada em diversos estudos, que precisamos abordar por se tratar diretamente em restabelecer o equilíbrio eletromagnético do nosso corpo, promovendo assim a auto cura!

O mais antigo relato do magnetismo usado na medicina é datado de 2.000 a.C no livro do Imperador Amarelo publicado na China, acredita-se também, que Cleópatra dormia com uma pedra magnética na testa para preservar sua juventude e Aristóteles mencionou cura com o uso de ímãs, ao longo da história, um médico da corte britânica publicou o primeiro tratado científico sobre o magnetismo em 1600, confirmando o benefício no tratamento de muitas doenças do sistema humano.

É feita com imãs de 800 à 3.400 gauss de intensidade magnética que refletem no nosso corpo, recarregando nossa energia vital pois equivalem ao contato com a mãe terra que funciona como um grande ímã, já que uma das forças que rege nosso planeta é a magnética, onde o geomagnetismo atua de forma benéfica sobre todo ser vivo que nele habita, mas o desgaste da vida moderna desestabiliza, por isso há algumas décadas tem sido focos de pesquisas, pois é essencial para nos manter saudáveis com a função ímpar de promover o equilíbrio. Com o surgimento das antibióticos e fármacos após a segunda guerra mundial, a magnetoterapia foi deixada de lado, mas vem sendo resgatada ao longo dos últimos quarenta anos, justamente pelo crescimento do uso de aparelhos eletrônicos que sugam a nossa energia vital.

O Fir (infravermelho longo) usado nessa terapia, criado pelo cientista Dr Toshio Komuro, é composto de nanopartículas de metais nobres que estimulam células-troncos que geram um processo de recuperação permanente por atuarem nas atividades fisiológicas das células, ativam a circulação e a oxigenação do sangue onde o campo magnético é capaz de promover constante desintoxicação, aumentando a defesa imunológica, acelerando o processo de cicatrização, agindo também como anti-inflamatório tendo ação analgésica, usado em larga escala para alívio da dor em doenças crônicas como é o caso da endometriose descontrolada e da fibromialgia descompensada.

Essa tecnologia é usada em braceletes, calcinhas, cintas, palmilhas, travesseiros, colchões, garrafas para água, etc

Já passaram por aqui alguns depoimentos de quem faz uso da cinta para lombar, da calcinha para a cólicas e do bracelete também, na minha ignorância a princípio desacreditei, mas foram tantos relatos, que mergulhei nas pesquisas e além de estudar, uma amiga me emprestou alguns itens e eu experimentei em mim, no "maridones" e na filhota, tirei a prova dos três, comprovei a eficácia e a veracidade, me apaixonei e óbvio que vou agregar ao protocolo essencial para saúde!

Afirmo, confirmo e assino embaixo, no melhor estilo Endometríaca de ser, esses itens devem fazer parte do nosso arsenal para a vida! Não é barato eu sei, mas vale o investimento e já tenho alguns itens na minha lista de desejos para próximas aquisições...
Antes de comentar, pesquise os inúmeros estudos existentes e disponíveis na internet, converse com quem faz uso também, você vai se surpreender e ainda, antes de julgar use e experimente, que tal se permitir ser cobaia de si mesma hoje para se livrar das ratoeiras dos laboratórios amanhã?

E para os fãs das comprovações científicas, a notícia é maravilhosa, tem de monte!
Busque também clínicas especializadas na aplicação dessa terapia, além de adquirir os produtos para uso diário e viva em pleno equilíbrio energético.

29/12/2019
Ariane Steffen

What is it?

The answer is simple and easily found on Google: "a pseudoscientific practice of alternative medicine that involves the use of magnetic fields"; a therapy widely used for curative and rehabilitation purposes.

The technique is scientifically proven in several studies, which we need to address because it deals directly with restoring the electromagnetic balance of our body, thus promoting self-healing!

The oldest account of magnetism used in medicine is dated 2,000 BC in the Yellow Emperor's book published in China, it is also believed that Cleopatra slept with a magnetic stone on her forehead to preserve her youth and Aristotle mentioned healing with the use of magnets, throughout history, a British court doctor published the first scientific treatise on magnetism in 1600, confirming the benefit in the treatment of many diseases of the human system.

It is made with magnets of 800 to 3,400 gauss of magnetic intensity that reflects in our body, recharging our vital energy because they are equivalent to the contact with mother earth that works as a great magnet, since one of the forces that governs our planet is the magnetic, where geomagnetism acts in a beneficial way on every living being that inhabits it, but the wear and tear of modern life destabilizes, so for some decades it has been the focus of research, as it is essential to keep us healthy with the unique function of promoting balance. With the emergence of antibiotics and drugs after the Second World War, magnetotherapy was put aside, but it has been rescued over the past forty years, precisely by the growth in the use of electronic devices that suck up our vital energy.

The Fir (long infrared) used in this therapy, created by scientist Dr Toshio Komuro, is composed of noble metal nanoparticles that stimulate stem cells that generate a permanent recovery process by acting on the physiological activities of the cells, activating the circulation and oxygenation of blood where the magnetic field is able to promote constant detoxification, increasing the immune defense, accelerating the healing process, also acting as an anti-inflammatory having analgesic action, used on a large scale for pain relief in chronic diseases as is the case of uncontrolled endometriosis and decompensated fibromyalgia.

This technology is used in bracelets, panties, straps, insoles, pillows, mattresses, water bottles, etc.

Some testimonies of those who use the lumbar brace, the panties for colic and the bracelet have also passed through here, in my ignorance at first I discredited it, but there were so many reports, that I immersed myself in research and besides studying, a friend lent me some items and I tried it on me, on the husbands and the puppy, I took the test of the three, I proved the effectiveness and veracity, I fell in love and obviously I will add to the essential protocol for health!

I affirm, confirm and sign below, in the best “Endometriac” style of being, these items should be part of our arsenal for life! It's not cheap I know, but it's worth the investment and I already have some items on my wish list for upcoming purchases ...

Before commenting, research the numerous existing studies available on the internet, talk to those who use them too, you will be surprised and even, before judging to use and experiment, how about allowing yourself to be a guinea pig to yourself today to get rid of the mousetrap of the labs tomorrow?

And for fans of scientific evidence, the news is wonderful, there is a lot!

We are a family owned and operated business.

Also look for clinics specialized in the application of this therapy, in addition to purchasing products for daily use and live in full energy balance.

Tradução Pietra Steffen
05/18/2020
44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo