Jejum intermitente / Intermittent fasting

Atualizado: 29 de jan.






Em 2016 o biólogo Yoshinori Ohsumi ganhou o prêmio Nobel da medicina por suas descobertas sobre o mecanismo da autofagia (processo de reciclagem do lixo celular) provando que longas horas em jejum provoca e aumenta o processo de autofagia, onde as células reconhecem proteínas envelhecidas removendo do interior das células essas proteínas, e jogando para fora, fazendo uma verdadeira “faxina” eliminando essa “sujeira”, e são essas proteínas envelhecidas dentro das células que fazem do seu organismo um terreno biológico ruim e não saudável, propício a adquirir doenças crônicas degenerativas, como Alzheimer, câncer, Parkinson e tantas outras.

Depois de uma infecção, a autofagia elimina vírus e bactérias que invadem as células, e também colabora para o desenvolvimento do embrião portanto, o jejum comprovadamente e documentado cientificamente, fazem uma reparação celular que prolonga a expectativa de vida, onde, 90% das doenças que causam morte no mundo podem ser evitadas com o jejum intermitente!

O jejum diminui ainda, os níveis de insulina, baixando a glicemia, prevenindo a diabetes, aumenta os níveis de LDL e HDL, garantindo uma melhor saúde cardiovascular e o seu intestino descansa das toxinas ingeridas o tempo necessário, para fazer reparos celulares e evita aumentar a permeabilidade, que causam algumas “síndromes”, se prevenindo assim de doenças autoimunes!

E para quem malha uma boa notícia, é comprovado em estudos com bodybuilding inclusive, que até dezesseis horas de jejum não há perda de massa muscular tendo sido ingerido proteínas suficiente antes do período de jejum eu sou prova disso, até porque pesquisas também apontam que o jejum aumenta os níveis de testosterona!

A prática do jejum intermitente condiciona o corpo a trabalhar de forma diferente, atuando no sistema metabólico e hormonal, beneficiando um melhor funcionamento do organismo, com isso, melhora também o humor qualidade de sono facilita queima de gordura contribui com a saúde mental, entre outros benefícios já mencionados.

Mas não adianta fazer dezesseis horas de jejum intermitente diariamente e sair comendo qualquer coisa depois, tem que ser comida de verdade, low carb é o ideal tenha isso como estilo de vida e ela será da melhor qualidade, pode acreditar detalhe, água, café e chá sem adoçar, são as únicas coisas que não quebram o jejum, tudo que tem caloria quebra jejum.

E por favor heim, nem vem com mimimi de que não consegue fazer, fica fraca, desmaia e sei lá mais o que, porque se o seu corpo se nutrir adequadamente e o suficiente, nada disso vai acontecer, POR ISSO É IMPORTANTE O ACOMPANHAMENTO de uma boa NUTRICIONISTA em parceria com um bom NUTRÓLOGO para aderir ao jejum de forma correta.

O pai da medicina, Hipócrates também dizia que "comer quando se está doente é alimentar a doença" e mili anos mais tarde Paracelso afirmava "o jejum é o médico interno".

01/12/2017
Ariane Steffen

In 2016, biologist Yoshinori Ohsumi won the Nobel Prize for medicine for his discoveries about the mechanism of autophagy (the process of recycling cellular waste) proving that long hours of fasting provoke and increase the autophagy process, where cells recognize aging proteins by removing these proteins inside the cells, and throwing them out, making a real "cleaning" eliminating this "dirt", and it is these aged proteins inside the cells that make your body a bad and unhealthy biological terrain, conducive to acquiring chronic degenerative diseases , such as Alzheimer's, cancer, Parkinson's and so many others.

After an infection, autophagy eliminates viruses and bacteria that invade cells, and also contributes to the development of the embryo, therefore, fasting is proven and scientifically documented, making a cellular repair that prolongs life expectancy, where 90% of diseases that cause death in the world can be avoided with intermittent fasting!

Fasting further decreases insulin levels, lowering blood glucose, preventing diabetes, increasing LDL and HDL levels, ensuring better cardiovascular health and your intestines rest from ingested toxins as long as necessary to make cellular repairs and avoid increasing cell permeability, which cause some “syndromes”, thus preventing autoimmune diseases!

And for those who work out good news, it is proven in studies with bodybuilding including that up to sixteen hours of fasting there is no loss of muscle mass having enough protein ingested before the fasting period I am proof of this, because research also points out that the fasting increases testosterone levels!

The practice of intermittent fasting conditions the body to work differently, acting on the metabolic and hormonal system, benefiting a better functioning of the organism, thereby also improving the mood. Sleep quality facilitates fat burning and contributes to mental health, among others. benefits already mentioned.

But there is no point in doing sixteen hours of intermittent fasting daily and going out to eat something afterwards, it has to be real food, low carb is ideal, have it as a lifestyle and it will be of the best quality, believe me, water, coffee and tea without sweetening, are the only things that do not break the fast, everything that has calorie breaks fast.

And please huh, don´t come with chit chatting that you can’t do it, you get weak, pass out and I don’t know what else, because if your body nourishes itself properly and enough, none of this will happen. A good NUTRITIONIST in partnership with a good NUTROLOGIST to adhere to fasting correctly.

The father of medicine, Hippocrates also said that "eating when you are sick is to feed the disease" and milli later Paracelsus said "fasting is the internal doctor".
Tradução Pietra Steffen
06/02/2020
50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo