Desvendando as trompas/ Unveiling the trumps

Atualizado: 29 de jan.






Tubas Uterinas ou Trompas de Falópio que meio aos seus mais ou menos dez centímetros transportam os óvulos do ovário à cavidade uterina quando saudáveis.

Infecções, inflamações, torções, aderências, etc, podem interromper esse simples e curto trajeto causando vários transtornos e complicações.

Aderências podem decorrer de diversos fatores, entre eles a endometriose que é um processo inflamatório ou por meios de infecções e doenças sexualmente transmissíveis ou não, entre elas a hidrossalpinge que no acúmulo de líquido obstruí a passagem e ainda se dilata podendo aderir outros órgãos a sua volta provocando deformações, torções, enfim, pode também ser causada por um dispositivo intra uterino, como o tal do DIU, que em um organismo com pré disposição à doenças com essa característica inflamatória, causa inflamação de forma local pelo corpo estranho, como a adenomiose no útero e a salpingite nas trompas, causada também por uma lesão que essas normalmente podem ocorrer em qualquer processo cirúrgico também.

Ou seja, em meio à diversos fatores, pode ter ligação ou ainda nenhuma com a endometriose.

Dentre os perigos decorrentes das trompas não saudáveis estão a gravidez ectópica ou tubária que se não descoberta a tempo vira "rota" podendo ser fatal e dos menos piores mas ainda sim ruim são os cistos hemorrágicos, portanto NUNCA estimule a ovulação sem antes ter certeza absoluta que as trompas estão desobstruídas e isso pode ser feito através de um exame de raio-x simples mas com a introdução de um contraste por via vaginal, chamado histerossalpingografia que deve ser feito entre o sexto e décimo dia do ciclo, exame dolorido para algumas e nem tanto para outras, mas fundamental em processos que antecedem uma FIV (fertilização in vitro) por exemplo. Dor na ovulação pode ser um indício de obstrução fique atenta.

Caso a obstrução seja um diagnóstico concreto na sua vida, não precisa se desesperar não e antes de cogitar a possibilidade de arrancá-las fora, saiba que há meios naturais bem eficazes comprovados pela vida real e não por artigos científicos de que sim, é possível desobstruí-las!

Temos algumas várias estratégias entre elas estão:

* Auto Hemoterapia (Explicação aqui no Blog)
* Ozônioterapia (Explicação aqui no Blog)
* Drenagem Linfática (Explicação aqui no Blog)
* Uxi Amarelo e Unha de Gato (Explicação aqui no Blog)

E mais essas três opções que se destacam entre tantas outras que inclui fundamentalmente uma boa dieta anti-inflamatória e claro o consumo de muita água nossa maior fonte de vida.

1. Nattokinase é uma enzima isolada do Natto, um alimento a base de soja fermentada pela bactéria do bem Bacillus Subtilis, tradicional na culinária japonesa, foi descoberta pelo Químico Fisiologista Dr Hiroyuki Sumi na década de noventa, que constatou sua potente ação na dissolução de um trombo (coagulação do sangue no interior do vaso sanguíneo), estudos clínicos comprovam sua eficácia com doses diárias de 50 à 150mg.
Resumindo, nattokinase é uma enzima anticoagulante, ponto! Suplemento que também normaliza a pressão arterial e por ser rico em em proteínas tem ação anti envelhecimento potencializado pela presença marcante da K2, portanto previne osteoporose, doenças cardíacas e ainda reduz colesterol.
Enquanto a soja para nós Endometriacas é considerada o veneno, a sua fermentação é a poção mágica!
Por ser um componente natural encontrada em um alimento, não há contra indicação, porém na quantidade ministrada como suplemento via oral um período de até seis meses é ok e pausa por no mínimo o mesmo tempo que fez uso.
Melhor horário para tomar é a noite.

2. Serrapeptase foi descoberta na década de setenta, é uma outra enzima, porém derivada da bactéria Serratia que vive no intestino do bicho da seda, responsável por dissolver o casulo protetor permitindo que saia e voa e em estudos clínicos se mostrou surpreendente em diversas situações, pela capacidade anti inflamatória e com agentes antimicrobianos, com atividades fibrinolíticas, proteolíticas e antiedematosas, obtendo êxito em tratamentos de doenças quística da mama ou fibrocísticas mamária com sinais de obstrução que apresentaram melhorias em apenas três dias. Outros estudos apontam para quistos nos ovários, doenças inflamatórias intestinais, além de autoimunes como a doença celíaca.
Muito usada na Europa há mais de quarenta anos, para melhoria da saúde cardíaca e do sistema circulatório, indicada para o controle de diversas doenças inflamatórias que causam obstrução e no tratamento de edemas pós traumático.
Mas o grande segredo realmente está na capacidade que tem de eliminar tecido morto e degradar a fibrina, além de reduzir o acúmulo de secreções inflamatórias que bloqueiam passagens e o fluxo natural, causando transtornos, obstrução e dor.
A dosagem varia de 20mg à 60mg (40.000SPU à 120.000SPU) por dia em cápsulas revestidas de forma entérica para ser absorvida pelo trato digestivo e não se dissolva no estômago, também não é indicado ultrapassar o período de três meses de tratamento.
É recomendado fazer uma limpeza no fígado antes de fazer uso da serrapeptase para maior eficácia nos resultados almejados, dez dia seguidos de chá verde, chá de boldo e até mesmo a salsinha podem auxiliar nesse processo aliado ao vinagre orgânico de maçã.
Contra indicado para tem quadros hemorrágicos frequentes, vai fazer cirurgia ou fez recentemente, também não convém usar junto com o pycnogenol/pinus pinaster, nem com qualquer medicamento que "afina" o sangue.

3. Óleo de Rícino ou de Mamona, popularmente conhecido tem propriedades analgésicas, anti inflamatórias, antioxidante, antimicrobiana, é rico em ácido linoleico, vitamina E, sais minerais e graças aos seus ácidos graxos essenciais, possui grande poder nutritivo e hidratante, capaz de penetrar profundamente além da pele, melhorando a oxigenação interna por meio de massagens no local aplicado, muito usado em tratamentos capilares e curiosamente por inúmeras "tentantes" para liberar o caminho das trompas e se usado via oral, tem poder laxativo também.
Como fazer?
Após o banho, com os poros abertos pelo vapor do chuveiro, massageie o sistema reprodutor fazendo o caminho das trompas por um minuto nos dois sentidos, depois coloque uma toalha e por cima a bolsa de água quente, deixe agir por no mínimo vinte minutos e no máximo quarentena minutos, dia sim, dia não, do término da menstruação ao início da ovulação. Não fazer menstruada nunca!

*Essas mesmas dicas são valiosas não só em se tratando das trompas mas no que diz respeito a aderências como um todo independente de órgão acometido!

Todo conteúdo é meramente informativo portando use com saúde e sabedoria!

Ariane Steffen
15/07/2020

Uterine tubes or fallopian tubes, which, at about ten centimeters, transport the eggs from the ovary to the uterine cavity when healthy.

Infections, inflammations, sprains, adhesions, etc., can interrupt this simple and short course causing various disorders and complications.

Adhesions can result from several factors, including endometriosis, which is an inflammatory process or by means of infections and sexually transmitted diseases or not, including hydrosalpinx, which in the accumulation of fluid obstructs the passage and further dilates and may adhere other organs to it. back causing deformations, sprains, in short, it can also be caused by an intrauterine device, such as the IUD, which in an organism prone to diseases with this inflammatory characteristic, causes local inflammation by the foreign body, such as adenomyosis in the uterus and salpingitis in the tubes, also caused by an injury that these can normally occur in any surgical process as well.

That is, in the midst of several factors, it may be linked or not at all with endometriosis.

Among the dangers arising from unhealthy tubes are ectopic or tubal pregnancies that, if not discovered in time, become "broken" and can be fatal and of the least worst but still bad are hemorrhagic cysts, so NEVER stimulate ovulation without being absolutely sure that the tubes are unobstructed and this can be done through a simple x-ray exam but with the introduction of a vaginal contrast, called hysterosalpingography that must be done between the sixth and tenth day of the cycle, painful examination for some and not so much for others, but fundamental in processes that precede IVF (in vitro fertilization) for example. Pain in ovulation can be an indication of obstruction so be aware.

If the obstruction is a concrete diagnosis in your life, you do not need to despair, and before considering the possibility of pulling them out, know that there are very effective natural ways proven by real life and not by scientific articles that yes, it is possible clear them!

We have some various strategies among them are:

* Auto Hemotherapy (Explanation here on the Blog)
* Ozone therapy (Explanation here on the Blog)
* Lymphatic Drainage (Explanation here on the Blog)
* Yellow Uxi and Cat's Claw (Explanation here on the Blog)

And these three options that stand out among many others, which fundamentally includes a good anti-inflammatory diet and of course the consumption of a lot of water, our greatest source of life.

1. Natto kinase is an enzyme isolated from Natto, a soy-based food fermented by the Bacillus Subtilis bacterium, traditional in Japanese cuisine, was discovered by Physiologist Chemist Dr Hiroyuki Sumi in the nineties, who verified its potent action in the dissolution of a thrombus (blood clotting inside the blood vessel), clinical studies prove its effectiveness with daily doses of 50 to 150mg.
In short, natto kinase is an anticoagulant enzyme, period! Supplement that also normalizes blood pressure and because it is rich in proteins, it has an anti-aging action potentiated by the marked presence of K2, so it prevents osteoporosis, heart disease and even reduces cholesterol.
While soy for Endometriacs is considered the poison, its fermentation is the magic potion!
Because it is a natural component found in a food, there is no contraindication, however in the amount given as a supplement orally a period of up to six months is ok and pauses for at least the same time you used it.
Best time to take is at night.

2. Serrapeptase was discovered in the seventies, it is another enzyme, but derived from the Serratia bacterium that lives in the silkworm intestine, responsible for dissolving the protective cocoon allowing it to leave and fly and in clinical studies it has been surprising in several situations , for its anti-inflammatory capacity and with antimicrobial agents, with fibrinolytic, proteolytic and antiedematous activities, succeeding in treatments for cystic breast or mammary fibrocystic diseases with signs of obstruction that showed improvements in just three days. Other studies point to ovarian cysts, inflammatory bowel diseases, as well as autoimmune diseases such as celiac disease.
Widely used in Europe for over forty years, to improve heart health and the circulatory system, indicated for the control of various inflammatory diseases that cause obstruction and in the treatment of post-traumatic edema.
But the big secret really is the ability to eliminate dead tissue and degrade fibrin, in addition to reducing the accumulation of inflammatory secretions that block passages and natural flow, causing disorders, obstruction and pain.
Dosage ranges from 20mg to 60mg (40,000SPU to 120,000SPU) per day in enterally coated capsules to be absorbed by the digestive tract and does not dissolve in the stomach, it is also not indicated to exceed the period three months of treatment.
It is recommended to cleanse the liver before using serrapeptase for greater effectiveness in the desired results, ten days in a row of green tea, bilberry tea and even parsley can help in this process combined with organic apple vinegar.
Contraindicated for frequent bleeding, going to surgery or having recently done, it is also not advisable to use it together with pycnogenol / pinus pinaster, nor with any medicine that "thins" the blood.

3. Castor oil or castor oil, popularly known has analgesic, anti-inflammatory, antioxidant, antimicrobial properties, is rich in linoleic acid, vitamin E, mineral salts and thanks to its essential fatty acids, it has great nourishing and hydrating power, capable of penetrate deeply beyond the skin, improving internal oxygenation through massages at the applied site, widely used in hair treatments and interestingly by countless "tempters" to free the tubes and if used orally, it has laxative power as well.
How to make?
After the bath, with the pores opened by the steam from the shower, massage the reproductive system making the tube for one minute in both directions, then place a towel and over the hot water bottle, let it act for at least twenty minutes and at most quarantine minutes, every other day, from the end of menstruation to the beginning of ovulation. Never menstruate!

* These same tips are valuable not only when it comes to tubes but also when it comes to adhesions as a whole regardless of the affected organ!

All content is purely informative so use it with health and wisdom!

Tradução Pietra Steffen
07/29/2020
199 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo