Dani desfruta a liberdade / Dani enjoys freedom

Atualizado: 29 de jan.






Na doçura de uma criança feliz, nossa menina encantadora se apresentou em outubro de 2018 para embarcar com a gente e na velocidade de um avião em ritmo de férias, nos contou mostrando uma fotografia de seu abdômen em dezembro:

"Meninas, primeiro dia de menstruação e olha a minha barriga! Um pouco inchada sim, mas nada se compara há dois meses atrás, antes de começar com o protocolo sugerido aqui, antes eu parecia grávida de gêmeos. Estou na academia e confesso que no primeiro mês sentia dores surreais para fazer os exercícios, pois tenho aderência no intestino e sou sintomática. Toda a parte pélvica e reto doíam muito a cada movimento que eu fazia. Mas insisti. Também estou tomando os chás diariamente, fazendo dieta anti inflamatória e usando os fitos do protocolo. O que eu percebi em poucos meses foram: Mais disposição, menos inchaço, as dores estão diminuindo, (não conseguia ficar em pé que vinha aquela fisgada no reto e barriga, suava frio. Já cheguei a desmaiar de dor no trabalho), o meu fluxo está vindo com menos coágulo, e agora tenho mais motivação para mudar. Uma coisa que vejo que faz diferença e isso a Ariane Steffen sempre fala, é tentar domar o stress. Eu saí de um trabalho que me consumia. Uma escolha que fiz para tentar viver melhor. Agora estou tentando administrar o stress diário das rotinas que para mim é o mais difícil. Gente, é o seguinte! Mudar é difícil! Muita coisa é. Precisa ter força de vontade e muita disciplina. Mas garanto que os benefícios são imensuráveis. Mesmo com pouco tempo eu já sinto.
Deixo aqui uma pergunta para reflexão. Será que a mudança do estilo de vida é mais difícil do que a dor que passamos e suportamos diariamente? Dores, olhares críticos, falta de apoio e baixa estima.
Vamos pensar, aqui somos uma grande corrente! Esse grupo é uma grande benção para que todas nós façamos uso com sabedoria. Beijo cheio de carinho de uma companheira de luta!"

Mas não parou por aí, ela já tinha a próxima viagem marcada e como uma águia que renasce das cinzas, lhe levou à voos mais altos de quem já conhece o caminho:

"Olá meninas aqui estamos nós, mas agora somente para agradecer! Dia onze de março de 2019 foi uma data muito importante em minha vida pois eu dei adeus as dores da Endometriose. Fiz a videolaparoscopia que removeu focos no intestino, útero, bexiga, ureter e nervos. Demorei para tomar a decisão pela cirurgia, mas como já estava comprometendo minhas funções vitais não deu mais para esperar mais. Descobri em setembro de 2018 a doença, que já estava comigo há dez anos sem saber e era profunda. Nesse período conheci o grupo e fiz tudo o que Ariane Steffen recomendou e muita, mas muita atividade física, pois uma vez optando pela cirurgia eu sabia que o pós cirúrgico seria osso, então preparei o meu corpo para sofrer o menos possível e ter uma boa recuperação. O procedimento tinha previsão para oito horas e aconteceu em apenas três. Apesar de ter retirado um pedaço do intestino, foi sucesso total, milagres acontecem quando temos fé em Deus e fazemos também a nossa parte, sinto que ressurgi. Depois de dezessete dias de operada, sem pontos, iniciei a fisioterapia para devolver a mobilidade dos nervos para evacuar e fazer xixi. Faço ainda com muita dificuldade. A cirugia é a salvação da pátria? Eu sei que não. Tenho plena consciência que tirei os focos, eliminei as cólicas, mas será temporário se eu não me cuidar a partir de agora. A cirurgia no meu caso foi apenas a primeira etapa. O que vem agora? Consciência acima de tudo em me alimentar bem, com uma dieta anti-inflamatória, combater o stress, manter a minha atividade física, suplementar e cultivar a fé!
E para as meninas que passam pelo mesmo processo, desejo coragem. A Endometriose tenta afastar tudo aquilo que amamos, mas não deixem, sejam fortes, enfrentem com toda força que tiver. Podemos vencê-la sim, basta querer. Meus sinceros agradecimento a esse grupo maravilhoso que me ajudou tanto através da Ariane Steffen, que nos ensina tanto sobre como a alimentação pode contribuir para a melhora da nossa qualidade de vida! Estou à disposição para quem quiser uma mãozinha viu! Porque só nós sabemos o como é difícil. Agora é vida nova e como sempre digo viva la vida porque ela é maravilhosa demais. Boraaaaaaa"

E assim ela vai longe carimbando seu passaporte da liberdade mundo afora, deixando sua alegria de viver por onde quer que passe. Vem com a gente embarcar nessa viagem também!

23/07/2019
Ariane Steffen

In the sweetness of a happy child, our lovely girl came in October 2018 to board with us and at the speed of a plane on vacation, she told us showing a photo of her abdomen in December:

"Girls, first day of menstruation and look at my belly! A little bloated, yes, but nothing compares two months ago, before I started with the protocol suggested here, before I looked pregnant with twins. I'm at the gym and I confess that at the first month I felt surreal pains to do the exercises, because I have adherence in the intestine and I’m symptomatic. The whole pelvic and rectum part hurt a lot with every movement I did. But I insisted. I’m also taking the teas daily, doing an anti-inflammatory diet and using what I realized in a few months were: More disposition, less swelling, the pains are decreasing, (I couldn’t stand because of the sting in my rectum and belly, I was sweating cold. my flow is coming with less clot, and now I have more motivation to change. One thing I see that makes a difference and that Ariane Steffen always talks about, is to try to tame the stress. I left a job that consumed me. One and choice I made to try to live better. Now I am trying to manage the daily stress of routines that for me is the most difficult. Guys, here's the thing! Changing is difficult! A lot is. You need to have willpower and a lot of discipline. But I guarantee that the benefits are immeasurable. Even with little time I already feel. I leave here a question for reflection. Is lifestyle change more difficult than the pain we endure and endure daily? Pains, critical looks, lack of support and low esteem. Let's think, here we are a big chain! This group is a great blessing for all of us to use wisely. Kiss full of affection from a fighting companion! "

But it didn't stop there, she already had her next trip scheduled and like an eagle that rises from the ashes, it took her to higher flights of those who already know the way:

"Hello girls, here we are, but now just to thank you! March 11th, 2019 was a very important date in my life because I said goodbye to the pain of Endometriosis. I had a laparoscopy that removed foci in the intestine, uterus, bladder, ureter and nerves. It took me a long time to make the decision for the surgery, but as I was already compromising my vital functions, I couldn't wait any longer. I discovered in September 2018 the disease, which had been with me for ten years without knowing it and was profound. the group and did everything that Ariane Steffen recommended and lots, but lots of physical activity, because once I opted for surgery, I knew that post surgery would be bone, so I prepared my body to suffer as little as possible and have a good recovery. The procedure was scheduled for eight hours and happened in just 3. Although I removed a piece of the intestine, it was a total success, miracles happen when we have faith in God and we also do our part, I feel that I resurfaced. After seventeen days of surgery, without stitches, I started physiotherapy to restore the mobility of the nerves to evacuate and pee. I still do it with great difficulty. Is surgery the salvation of the motherland? I know I don't. I am fully aware that I removed the outbreaks, eliminated the cramps, but it will be temporary if I don't take care of myself from now on. The surgery in my case was only the first step. What's next now? Consciousness above all to eat well, with an anti-inflammatory diet, fight stress, maintain my physical activity, supplement and cultivate faith! And for girls who go through the same process, I wish you courage. Endometriosis tries to remove everything we love, but don't let it be, be strong, face it with all the strength you have. We can overcome it, just want. My sincere thanks to this wonderful group that helped me so much through Ariane Steffen, who teaches us so much about how food can contribute to the improvement of our quality of life! I am available for those who want a helping hand! Because only we know how difficult it is. Now it's new life and as I always say live it because it is too wonderful. Let’s goooooo"

And so, she goes far stamping her passport to freedom around the world, leaving her joy of living wherever she goes. Come with us on this trip too!

Tradução Pietra Steffen
08/21/2020
10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo