Crisina / Crisina

Atualizado: 29 de jan.






É um potente flavonoide (composto responsável pela proteção de doenças cardíacas, infartos, e câncer), é extraída da passiflora coerulea, uma espécie parente do maracujá e tem a capacidade única de inibir o processo de aromatização que transforma a testosterona em estrogênios, além de ter um alto potencial anti-oxidante, existem inúmeros estudos que mostram que os níveis de testosterona aumentam quando a ação da enzima aromatase é bloqueada, e é essa enzima que nós tanto falamos que tem que ser brecada, pois é a grande vilã que catalisa a conversão da testosterona em estradiol e a androstenediona em estrona. 


A crisina é um exemplo de flavonoide e possui funções muito úteis aos homens que buscam o aumento de massa muscular, mas ao contrário do que se pensa, os inibidores da aromatase, como a crisina, não foram originalmente desenvolvidos para homens que procuram o aumento de testosterona, ela foi desenvolvida como agente quimioterápicos para o câncer de mama, já que o crescimento de muitos tumores, é aprimorado pelo estrógeno, o qual pode ser controlado pela crisina, impedindo o aumento do tumor e melhorando as chances de sobrevivência de mulheres que sofrem com essa doença, além de atuar como ansiolítico também.


É indicado fazer uso da crisina quando se usa percursores ou estimuladores de testosterona como o Tribulus Terrestris, o DHEA ou ainda a própria testosterona bioidêntica. 
Contudo, deu para perceber a importância da crisina em se tratando de endometriose. 


Mas tem suas contra indicações, gestantes e lactantes não devem usar. Pode haver interação indesejáveis associados a alguns medicamentos potencializando a ação, por isso é recomendado consultar um médico antes de usar, para verificar dosagens específicas, forma correta e tempo adequado de uso, pois pausas periódicas se fazem necessárias! 
E a dosagem acima de 250mg por dia não é segura para todos podendo trazer alguns efeitos colaterais indesejados como dores de cabeça.

16/05/2018
Ariane Steffen

It is a potent flavonoid (compound responsible for the protection of heart disease, heart attacks, and cancer), it is extracted from passionflower coerulea, a species related to passion fruit and has the unique ability to inhibit the aromatization process that transforms testosterone into estrogens, in addition to have a high anti-oxidant potential, there are numerous studies that show that testosterone levels increase when the action of the aromatase enzyme is blocked, and it is this enzyme that we both talk about that has to be stopped, as it is the great villain that catalyzes the conversion of testosterone to estradiol and androstenedione to estrone.

Chrysin is an example of a flavonoid and has very useful functions for men looking to increase muscle mass, but contrary to popular belief, aromatase inhibitors, such as chrysin, were not originally developed for men looking for testosterone, it was developed as a chemotherapeutic agent for breast cancer, since the growth of many tumors is enhanced by estrogen, which can be controlled by chrysin, preventing tumor growth and improving the chances of survival of women who suffer with this disease, in addition to acting as an anxiolytic as well.

​It is recommended to use chrysin when using testosterone precursors or stimulators such as Tribulus Terrestris, DHEA or even bioidentical testosterone itself. However, it was possible to realize the importance of chrysin when it comes to endometriosis.
But it has its contraindications, pregnant and lactating women should not use. There may be undesirable interactions associated with some medications, potentiating the action, so it is recommended to consult a doctor before use, to check specific dosages, correct form and adequate time of use, as periodic breaks are necessary! And the dosage above 250mg per day is not safe for everyone and can bring some unwanted side effects like headaches.

Tradução Pietra Steffen
06/23/2020
79 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo