Auto hemoterapia / Auto hemotherapy

Atualizado: 29 de jan.






Definida como método terapêutico em 1912 pelo médico francês Paul Ravaut que usou a auto-hemoterapia em casos de asma, urticária e estados anafiláticos, conforme Dicionário Enciclopédico de Medicina, T.1, de L. Braier, mas não só essa como muitas outras informações, técnicas, procedimentos enfim, "se perderam" no tempo com a chegada da indústria farmacêutica, afinal de contas qual interesse em divulgar uma terapia barata, eficiente, sem contra indicação que não gera lucro para ninguém e pode curar uma vida?

Mas para a felicidade geral da nação de mente aberta que vive fora da caixinha como eu, aqui no Brasil Dr Luiz Moura, grande médico, que faleceu aos 91 anos, foi o maior defensor e divulgador da técnica desde os tempos de estudante de medicina em 1943 no Rio de Janeiro, cujo pai, também médico, mandava tirar sangue de todos seus pacientes e aplicar no músculo antes de operá-los.

Trata-se de um procedimento simples, seguro e de baixo custo, que visa aumentar a produção de uma célula do sistema imunológico chamada MACRÓFAGO. Neste procedimento retira-se de cinco a vinte ml de seu próprio sangue e logo após aplica-se em algum músculo, com isso, o sistema Reticuloendotelial é estimulado a aumentar a quantidade de Macrófagos no sangue, passando de 5% para 22% durante cinco dias quando começa a declinar e com sete dias volta ao número normal.

Os Macrófagos literalmente devoram tudo que está de ruim no corpo: vírus, bactérias, células, fazendo uma limpeza geral, incluindo as células cancerígenas, que se chamam neoplásicas e também a fibrina, que é o sangue coagulado, eles vão varrendo literalmente o que está no lugar errado, tratando inflamações e infecções de maneira global, podemos até começar a usar a auto hemoterapia para tratar uma doença específica, mas de brinde levamos a cura de outras, pois os Macrófagos que estão presentes na corrente sanguínea conseguem atingir cada pedacinho do corpo, a Roberta que me encorajou a fazer, começou a Auto Hemoterapia fazendo nela mesma para a endometriose e acabou tratando acne, sinusite e até unha encravada, eu mesma dei adeus a sinusite, psoríase e um teratoma (tumor no ovário).

Não é raro ver relatos de pessoas que após o procedimento começam a sentirem-se animadas, cheias de energia e com disposição para o dia a dia.

Agora vamos a relação Auto Hemoterapia X Endometriose!

Acredito que você já ouviu de “especialistas” que a Endometriose é uma doença causada pela menstruação, mais especificamente pela menstruação retrograda (que é aquela que retorna pelas trompas e cai na cavidade pélvica), mas será isso mesmo?

Se te dissermos mais uma vez que todas as mulheres tem esse "probleminha" da menstruação retrograda, como que estes “especialistas “ explicam por que só algumas desenvolvem a endometriose?

A resposta está em uma falha do nosso sistema imunológico em conseguir destruir as células de endometriose, pois devido a mutações epigenéticas do endométrio de quem possui endometriose, as minúsculas células de endometriose, num processo chamado aromatase conseguem produzir estrogênio, e este estrogênio bloqueia o trabalho dos Macrófagos.

Nós Endometríacas já sabemos como desativar a Aromatase, o que desbloqueia os Macrófagos para que eles possam trabalhar livremente, então que tal potencializar essa ação. É possível destruir as aderências, endometriomas e cistos com a prática semanal da Auto Hemoterapia, aqui mesmo temos relatos de mulheres que estão se curando, a ponto de não aparecer um foco sequer nos exames de ressonância magnética ou transvaginal com doppler, ambos com preparo intestinal e eu sou mais uma prova viva de como tudo isso funciona.

Mulheres do "tipo" Vamp`s como chamo, que voltaram a viver, a sonhar e planejar o futuro, e que lindamente nos trouxeram seus depoimentos para nos mostrar que é possível vencer a doença!

Se a doença é celular, então nada melhor do que um cirurgião minúsculo como o Macrófago para tratá-la. Basta de cinco à dez ml por semana ou a cada cinco dias que podem ser feito até o fim da vida sem pausa revezando veias e músculos.

Essa é a lógica: simples assim, prática e sábia!

Desapegando-se da tal da comprovação científica que só não existe por falta de interesse, seja inteligente e vá além para ver que tem manipulação da indústria até nesse meio, que "sofistica" uma técnica simples e barata, a qual proíbe para justificar o alto custo de técnicas semelhantes com o mesmo fim, como é o caso da PRP (Plasma Rico em Plaquetas) que consiste em tirar o sangue do paciente, fazer a separação do plasma numa centrífuga e replicar por exemplo em lesões como fizeram os atletas Ronaldinho Gaúcho e Rafael Nadal no joelho, Neymar no pé, após sofrerem graves lesões cuja recuperação foi consideravelmente rápida, fugindo do protocolo da medicina tradicional, que sem poder controlar as notícias divulgadas, o conselho de medicina reconhece a técnica em resolução datada de 2015, mas sempre com um mas, que diz ser um procedimento experimental, não sendo um tratamento oficial e claro (rs) sem embasamento científico, aos quais os praticantes e beneficiários dessas práticas contrariam com seus inúmeros depoimentos positivos.

Dr. Ricardo Veronesi, apresentou em 1976, um trabalho intitulado: "IMUNOTERAPIA - O Impacto Médico do Século" e diz o trabalho do saudoso médico e cientista Dr. Luiz Moura é imortal e a diferença é que a imunoterapia modifica o sistema imunológico de forma a torná-lo eficaz contra doenças como o câncer ensinando o sistema imunológico a combater a enfermidade e a AHT desperta o sistema imunológico potencializando e aumentando a imunidade.

Vale salientar que o CFM faz um auê em cima disso enquanto o CRMV libera a prática em animais com vários artigos publicados, mas como hipocrisia pouca é bobagem, seguimos com nossas escolhas, enxergando aquilo que nos convém ou não.

Legalizado ou não, fato é que temos conhecimento do uso da técnica em muitos países, além do Brasil, principalmente na França, Alemanha, Portugal, México, Rússia, Argentina, Estados Unidos, Bélgica, Itália, Suíça, Angola, Cabo Verde, Austrália, Bulgária, Japão e Reino Unido.

Aliás, sabe como é normalmente feita uma vacina? É o vírus vivo, bactéria, veneno da própria cobra que te picou injetado novamente em você, legal né!

Eu me rendi ao time das Vampirinhas e fiz do meu próprio sangue, minha própria vacina, enfrentei o medo de agulhas e só colhi flores. Se permita vir com a gente nessa pegada!

Gratidão Mundão por não permitir que o verdadeiro espírito e propósito da velha medicina, que é o de curar vidas, não tenha morrido enterrado com a ganância da medicina moderna.

Meu Sangue Me Cura!

11/08/2017
Roberta de Oliveira com edição de Ariane Steffen

Defined as a therapeutic method in 1912 by the French doctor Paul Ravaut who used auto-hemotherapy in cases of asthma, urticaria and anaphylactic states, according to L. Braier's Encyclopedic Medical Dictionary, T.1, but not only this but many other information , techniques, procedures, in short, "got lost" in time with the arrival of the pharmaceutical industry, after all what is the interest in promoting a cheap, efficient therapy, without contraindication that does not generate profit for anyone and can cure a life?

But for the general happiness of the open-minded nation that lives outside the box like me, here in Brazil Dr Luiz Moura, a great doctor, who died at the age of 91, was the greatest defender and promoter of the technique since the days of medical student in 1943 in Rio de Janeiro, whose father, also a doctor, had blood drawn from all his patients and applied to the muscle before operating them.

It is a simple, safe and low-cost procedure, which aims to increase the production of an immune cell called MACROPHAGUS. In this procedure, five to twenty ml of your own blood is removed and immediately after it is applied to a muscle, the Retothelial Endothelial system is stimulated to increase the amount of Macrophages in the blood, going from 5% to 22% during five days when it starts to decline and with seven days it returns to the normal number.

Macrophages literally devour everything that is bad in the body: viruses, bacteria, cells, making a general cleaning, including cancer cells, which are called neoplastic and also fibrin, which is clotted blood, they literally sweep what is in the wrong place, treating inflammations and infections globally, we can even start using auto hemotherapy to treat a specific disease, but as a gift we take the cure of others, as the Macrophages that are present in the bloodstream can reach every bit of the body , Roberta who encouraged me to do it, started Auto Hemotherapy doing herself for endometriosis and ended up treating acne, sinusitis and even an ingrown toenail, I said goodbye to sinusitis, psoriasis and a teratoma (ovarian tumor).

It is not uncommon to see reports of people who, after the procedure, begin to feel excited, full of energy and in a mood for everyday life.

Now let's go to Auto Hemotherapy X Endometriosis!

I believe that you have heard from “experts” that Endometriosis is a disease caused by menstruation, more specifically by retrograde menstruation (which is the one that returns through the tubes and falls into the pelvic cavity), but is it real?

If we tell you once again that all women have this "problem" of retrograde menstruation, how do these "experts" explain why only a few develop endometriosis?

The answer lies in a failure of our immune system to be able to destroy the endometriosis cells, because due to epigenetic mutations in the endometrium of those who have endometriosis, the tiny endometriosis cells, in a process called aromatase are able to produce estrogen, and this estrogen blocks the work Macrophages.

We Endometriacs already know how to disable Aromatase, which unlocks Macrophages so that they can work freely, so how about potentiating this action. It is possible to destroy adhesions, endometriomas and cysts with the weekly practice of Auto Hemotherapy, right here we have reports of women who are healing, to the point that there is not even a focus on magnetic resonance or transvaginal exams with doppler, both with intestinal preparation and I am yet another living proof of how it all works.

Vamp`s "women" as I call them, who returned to live, dream and plan for the future, and who beautifully brought their testimonies to show us that it is possible to overcome the disease!

If the disease is cellular, then nothing better than a tiny surgeon like the Macrophage to treat it. Just five to ten ml a week or every five days can be done until the end of life without a break taking turns veins and muscles.

That's the logic: simple as that, practical and wise!

Detaching from the scientific evidence that just doesn't exist due to lack of interest, be smart and go further to see that there is manipulation of the industry even in this environment, that "sophistic" a simple and cheap technique, which forbids to justify the high cost of similar techniques with the same purpose, as is the case of PRP (Plasma Rich in Platelets) which consists of taking the patient's blood, separating the plasma in a centrifuge and replicating, for example, injuries such as the athletes Ronaldinho Gaúcho and Rafael Nadal on the knee, Neymar on the foot, after suffering serious injuries whose recovery was considerably quick, running away from the protocol of traditional medicine, which without being able to control the published news, the medical council recognizes the technique in resolution dated 2015, but always with a “but”, which says it is an experimental procedure, not being an official and clear treatment (rs) without scientific basis, which practitioners and beneficiaries of these practices contradict am with their countless positive testimonials.

Dr. Ricardo Veronesi, presented in 1976, a work entitled: "IMMUNOTHERAPY - The Medical Impact of the Century" and says the work of the late doctor and scientist Dr. Luiz Moura is immortal and the difference is that immunotherapy modifies the immune system in a to make it effective against diseases like cancer by teaching the immune system to fight disease and AHT awakens the immune system by potentiating and increasing immunity.

It is worth noting that CFM makes an effort on top of that while CRMV releases the practice on animals with several published articles, but as little hypocrisy is nonsense, we continue with our choices, seeing what suits us or not.

Legalized or not, the fact is that we are aware of the use of the technique in many countries, in addition to Brazil, mainly in France, Germany, Portugal, Mexico, Russia, Argentina, United States, Belgium, Italy, Switzerland, Angola, Cape Verde, Australia, Bulgaria, Japan and the United Kingdom.

In fact, do you know how a vaccine is usually made? It's the live virus, bacteria, poison from the snake itself that stung you injected again into you, cool right!

I surrendered to the Vampire’s team and made my own blood, my own vaccine, faced the fear of needles and just picked flowers. Allow yourself to come with us in this footprint!

Thanks, world, for not allowing the true spirit and purpose of old medicine, which is to heal lives, did not die buried with the greed of modern medicine.

My Blood Heals Me!
Tradução Pietra Steffen
07/13/2020
117 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo