Alimentos inflamatório X Anti-inflamatórios / Inflammatory foods X anti-inflammatory

Atualizado: 29 de jan.






A inflamação crônica no organismo é uma resposta imunológica do nosso corpo dizendo que existe uma falha no sistema, a qual ele não consegue se livrar sozinho e precisa de socorro para se desconectar do problema.

As causas podem ser várias, depende de cada pessoa, mas os principais fatores ainda são o estresse, a correria do dia-a-dia, o estilo de vida que leva ao sedentarismo, o excesso de peso, a falta de tempo para atividades físicas, a má qualidade do sono e o tabagismo, além do alcoolismo que deixam o ambiente propício ao quadro inflamatório, agravando o problema a longo prazo.

E o que ingerimos na alimentação do dia-a-dia pode influenciar diretamente na piora ou na melhora do quadro inflamatório, por isso é bom selecionar muito bem os alimentos que compõe nosso cardápio, deve haver um equilíbrio sempre, mas infelizmente estamos ingerindo uma proporção muito maior de alimentos que aumentam a produção das citocinas pró – inflamatórias do que os que estimulam a produção de citocinas anti – inflamatórias e esse desequilíbrio pode causar danos permanentes e irreversíveis até como o câncer, doenças cardíacas, mal de Alzheimer, artrites, colites, psoríases, diabetes, hipertensão, entre outros, incluindo a piora da endometriose, outro estrago causado pelas inflamações dentro do organismo é uma oxidação excessiva das células inflamadas causado pelo excesso de radicais livres produzidos na região afetada, levando à uma degeneração ainda mais rápida do tecido que está persistentemente inflamado.

Então repito a frase de Hipócrates, pai da medicina “faça dos alimentos o seu medicamento”!

E fica proibido: industrializados, corantes, conservantes, aromatizantes, agrotóxicos, aditivos químicos, soja, frituras em óleos vegetais, refinados como açúcar, sal, farinhas brancas, adoçantes sintéticos, bebidas enlatadas e engarrafadas seja sucos, refrigerantes, chás, ou iogurtes, margarina, bolachas, fast food, grãos refinados sendo arroz branco ou cereais prontos, macarrão instantâneo, glutamato monossódico e qualquer tempero prontos, enlatados, embutidos e processados como salsichas, salames, presuntos e mortadela.

Devemos evitar e moderar: produtos lácteos frescos, derivados de trigo, glúten, álcool e carnes vermelhas. A dieta Mediterrânea é muito bem vista por incluir em seu cardápio temperos, condimentos e especiarias com alto poder anti-inflamatório como cúrcuma (açafrão), canela, gengibre, alho, pimenta, orégano entre outros.

E prefira consumir: ácidos graxos do tipo ômega 3, azeite extravirgem, óleo de côco, óleo de abacate, frutas e o melão em especial que é benéfico para o sistema reprodutor feminino, uvas roxas que contém o resveratrol como antioxidante amigo da endometriose, o açaí aliado publicado em estudo, verduras, legumes, batata doce e a yacon, couve, espinafre, repolho, alecrin, cacau, hortelã, vinagre de maça, chás in natura como camomila, erva-doce, cidreira, verde e boldo, água de côco, amêndoa, castanhas, amendoim, peixes, frangos, etc...

O segredo, ainda é o mesmo dos tempos de nossas avós, bisavós: “Descasque Mais, Desembale Menos” simples assim!

27/11/2017
Ariane Steffen

Chronic inflammation in the body is an immune response of our body saying that there is a failure in the system, which it cannot get rid of on its own and needs help to disconnect from the problem.

The causes can be several, it depends on each person, but the main factors are still stress, the hustle and bustle of everyday life, the lifestyle that leads to a sedentary lifestyle, being overweight, lack of time for physical activities , poor sleep quality and smoking, in addition to alcoholism that leaves the environment conducive to the inflammatory condition, aggravating the problem in the long run.

And what we eat in the day-to-day diet can directly influence the worsening or improvement of the inflammatory condition, so it is good to select the foods that make up our menu very well, there must always be a balance, but unfortunately we are ingesting a proportion much greater amount of foods that increase the production of proinflammatory cytokines than those that stimulate the production of anti-inflammatory cytokines and this imbalance can cause permanent and irreversible damage, such as cancer, heart disease, Alzheimer's disease, arthritis, colitis, psoriasis, diabetes, hypertension, among others, including worsening endometriosis, another damage caused by inflammation within the body is an excessive oxidation of inflamed cells caused by an excess of free radicals produced in the affected region, leading to an even faster degeneration the tissue that is persistently inflamed.

Then I repeat Hippocrates’ phrase, father of medicine “make food your medicine”!

And it is prohibited: industrialized, dyes, preservatives, flavors, pesticides, chemical additives, soy, fried in vegetable oils, refined as sugar, salt, white flour, synthetic sweeteners, canned and bottled drinks, whether juices, soft drinks, teas, or yogurts, margarine, crackers, fast food, refined grains being white rice or ready-made cereals, instant noodles, monosodium glutamate and any seasoning ready, canned, inlaid and processed like sausages, salami, hams and bologna.

We must avoid and moderate: fresh dairy products, derived from wheat, gluten, alcohol and red meats. The Mediterranean diet is well regarded for including spices, condiments and spices with a high anti-inflammatory power in its menu, such as turmeric (saffron), cinnamon, ginger, garlic, pepper, oregano, among others.

And prefer to consume: omega 3 fatty acids, extra virgin olive oil, coconut oil, avocado oil, fruits and melon in particular, which is beneficial for the female reproductive system, purple grapes that contain resveratrol as an endometriosis-friendly antioxidant, o açaí ally published in study, greens, legumes, sweet potatoes and yacon, kale, spinach, cabbage, rosemary, cocoa, mint, apple cider vinegar, fresh teas such as chamomile, fennel, lemon balm, green and bilberry, water coconut, almond, chestnuts, peanuts, fish, chickens, etc ...

The secret is still the same as the times of our grandmothers, great-grandparents: “Peel More, Unpack Less” as simple as that!
Tradução Pietra Steffen
09/09/2020
317 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo